Entenda de vez o que é automação industrial

O que é automação industrial

Neste artigo, vou abordar um tema que tem sido pauta de uns tempos pra cá e que ainda gera muitas dúvidas. Por isso, vou passar uma visão sobre: O que é automação industrial?

A princípio, para contextualizar melhor o que é automação industrial, vamos voltar um pouco lá nos anos 50, onde o termo automação começou a ter força. Automação era usado para descrever processos de movimentação automática de materiais.

Agora, de volta ao presente, tente se lembrar de como a automação faz parte do seu dia-a-dia, desde o despertador pela manhã até o uso de ferramentas no seu celular para otimizar o seu tempo. Pense nas portas automáticas, escadas rolantes, sensores e tudo mais que facilitam alguns processos. Esses foram exemplos básicos para começarmos falar sobre o que é automação industrial.

Então, se você quer saber mais sobre este assunto, continue a leitura deste artigo.

 

O que é Automação Industrial

 

Define-se Automação Industrial como a aplicação de tecnologia em processos produtivos.

Diante disso, esses processos têm como finalidade principal reduzir ao máximo o esforço humano, minimizando falhas, melhorando a eficiência da execução de tarefas e aumentando a segurança de trabalho.

Com as multi tarefas a serem realizadas como falamos acima, automatizar processos permite o aumento da produtividade, isso porque várias atividades dentro de uma indústria são repetitivas, e muitas vezes as limitações humanas impedem que elas sejam realizadas em tempo hábil e com a precisão necessária.

Por isso, quando surge a pergunta: o que é automação industrial, podemos classificar como: o processo de modernização e melhorias dentro das indústrias que permite produzir melhores produtos com custos e esforços menores.

 

Objetivos da Automação Industrial

 

Anteriormente, vimos o que é automação industrial, agora você vai descobrir os principais resultados alcançados ao passar por esse processo de modernização na sua indústria.

 

  • Melhoria da produtividade e redução de custos de produção, sem perder a qualidade do serviço.
  • Melhoria das condições de trabalho eliminando funções  perigosas, proporcionando mais segurança aos colaboradores.
  • Redução de esforços humanos em atividades repetitivas.
  • Melhoria da disponibilidade de produtos de forma com que seja possível fornecer quantidades maiores em menor tempo.
  • Simplificação da operação e manutenção das máquinas

 

Esses são alguns dos objetivos alcançados ao modernizar os processos na sua indústria.

Agora, você vai conhecer as etapas da automação industrial. Veja abaixo:

 

Etapas da automação industrial

 

Para te ajudar a começar a planejar a automatização da sua indústria, listamos as principais etapas deste processo.

 

1. Definição do que será automatizado e do objetivo principal

 

Primeiramente, é importante entender como a linha de produção funciona em sua fábrica e listar todos os processos e máquinas que poderão ser automatizados.

A partir disso, é fundamental traçar um objetivo principal a ser alcançado, podendo variar entre o aumento de produtividade, redução de custos energéticos, geração de informações, integração entre plantas da fábrica e muito mais.

 

2. Desenvolvimento da engenharia básica

 

Assim sendo, com o objetivo traçado, é hora de definir quem serão os responsáveis pelo projeto, o tipo de solução e o fabricante que será usado.

Tendo isso em mãos, é preciso optar por uma estratégia de controle da planta podendo ser um dos citados abaixo:

  1. Controle clássico via Controlador Lógico Programável (PLC) somado a um Sistema de Supervisão.
  2. Aquisição de Dados (SCADA) ou um controle distribuído (DCS).

 

3. Elaboração do projeto

 

Nessa etapa são desenvolvidos os seguintes pontos:

  • Modelo de arquitetura em rede
  • Projeto elétrico da planta
  • Esquema de distribuição física dos dispositivos
  • Folha de dados contendo todas as especificações técnicas do projeto.

Assim sendo, com essas informações, é possível criar um esboço de como todo o sistema ficará.

 

4. Comissionamento, startup e ajustes finais

 

Após a finalização do projeto e a aquisição dos equipamentos necessários, vem a hora da montagem em campo de todo o sistema de automação e dos testes com a planta ainda parada para a verificação de erros e apuração do funcionamento correto das soluções.

Se necessário, ajustes e aditivos podem ser realizados para que a unidade industrial esteja de acordo com as necessidades e os requisitos operacionais.

 

Encerramento

 

Por fim, o encerramento. O nome dessa etapa é bem intuitivo, não é mesmo? Portanto, tudo já foi colocado em prática.

Desta maneira, chegou o momento de colher os frutos desse projeto e ficar atento aos pontos levantados como necessidade.

Finalmente, sua indústria já possui um processo de automação em funcionamento.

Gostou de saber o que é automação industrial e os principais pontos desse processo?

 

Então, chegou a hora de começar hoje mesmo a modernizar os processos industriais na sua empresa, BAIXE GRÁTIS nosso Guia Prático da Automação Industrial e descubra como fazer isso agora mesmo.

Comentar

Deixe um comentário